Evandro Freire vira referência e recebe estudantes da UFRJ –

0
496
csdfO Hospital Municipal Evandro Freire a cada dia aprimora a qualidade do atendimento de saúde pública e o bom desempenho já chamou a atenção da Faculdade de Medicina da UFRJ. Há pouco mais de um mês, 28 estagiários da faculdade estão sendo supervisionados pelos médicos Maria Isabel, coordenadora da Unidade e Márcio Palazzo, médico de rotina do CTI. O estágio é fruto da parceria, entre o Centro de Estudos e Pesquisas Dr. João Amorim (Cejam), a Faculdade de Medicina da UFRJ e Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro.
Os futuros médicos atuam no Centro de Terapia Intensiva e no setor de emergência (CER Ilha) durante doze horas semanais. Para o diretor do hospital, o médico Paulo Maurício Cabral, a parceria é importante: “O estágio possibilita a integração entre as instituições e o compartilhamento de conhecimento com os estudantes. O intercâmbio permite ainda o fortalecimento das atividades de educação continuada aos profissionais do Evandro FreirWeb-Banner-emprego-trabalhenailhae e CER Ilha”, explicou o diretor.
Para o médico Márcio Palazzo, a presença dos acadêmicos aprendendo e colaborando com o hospital é uma oportunidade única para os alunos.
— Eles estão conosco dispondo de uma estrutura de trabalho de alto nível como a que o hospital oferece e podem travar vivências e experiências práticas com a equipe médica do CTI, que conta com profissionais altamente capacitados — disse Palazzo, destacando que os acadêmicos estão em um hospital que realiza cerca de 160 cirurgias de urgência e emergência envolvendo casos de traumato-ortopedia, ou mais graves e cirurgias utilizando vídeo laparoscopia. — Um ano de estágio equivale a mais de duas mil cirurgias realizadas — complementou o médico.
Além do aprendizado e da colaboração com a unidade de saúde insulana, os alunos da UFRJ expandem seus conhecimentos de medicina ao Hospital Universitário. Recentemente o grupo levou para estudo no Setor de Doenças Infecciosas e Parasitárias, uma lâmina de um caso grave de malária de um paciente internado no CTI e, só assim, confirmaram o diagnóstico.
O diretor Paulo Maurício disse que a parceria entre as instituições de saúde e acadêmicas é institucional e deverá se renovar diante dos excelentes resultados para a formação de médicos cada vez mais qualificados.
Fonte: http://www.ilhanoticias.com.br/materia/noticias/4143/evandro-freire-vira-referencia-e-recebe-estudantes-da-ufrj/