Chuva atinge regiões do RJ | Rio de Janeiro

0
169



A chuva na noite desta terça-feira (12) no Rio começou por volta das 19h, no bairro da Ilha do Governador, Zona Norte do Rio, e atingiu também a Zona Oeste da cidade. Segundo informações do Centro de Operações da prefeitura, as pancadas foram fortes.

A chuva também atingiu bairros como a Tijuca e o Alto da Boa Vista.

Por volta de 23 horas, nuvens negras foram registradas em outros bairros da Zona Norte e em Copacabana, na Zona Sul.

A chuva perdeu força no início da madrugada desta quarta-feira (13). Mas de acordo com o sistema Alerta Rio, o estágio é de atenção.

Por volta das 23 horas, foram registrados bolsões d’água na Lagoa Rodrigo de Freitas, Catete, Gávea, Linha Vermelha, Laranjeiras e em Visa Isabel. No Centro do Rio, as linhas 1 e 2 do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) operam com intervalos irregulares, por conta do acúmulo de água na região.

Há relatos de falta de energia no início da noite no Jardim Botânico, Recreio dos Bandeirantes, Camorim e Guaratiba.

Uma árvore caiu na Rua Constante Ramos, em Copacabana, pouco depois das 23 horas. Ninguém ficou ferido. A rua foi interditada para o trabalho de bombeiros.

Tempo fechado em Copacabana no início da noite desta terça-feira  — Foto: Marcos Serra Lima/G1

Tempo fechado em Copacabana no início da noite desta terça-feira — Foto: Marcos Serra Lima/G1

A chuva se deslocou pela Baixada Fluminense e Região Serrana do RJ.

  • Chuva fraca atingiu o Mendanha, Bangu, Barra da Tijuca, Recreio, Grota Funda, Campo Grande e Sepetiba, na Zona Oeste e a Saúde, no Centro, Penha e São Cristóvão, Zona Norte e Rocinha, na Zona Sul, segundo o centro de monitoramento da prefeitura.
  • Na Baixada Fluminense, a chuva atingiu bairros de Nova Iguaçu. De acordo com o subsecretário de Defesa Civil, Coronel Ribeiro Lopes, pancadas de chuva foram registradas em Tinguá e Austin, sem registro de chamado urgente. A Defesa Civil permanecia em atenção.
  • Na Costa Verde, houve registro de chuva em Angra dos Reis.
Às 19h07,  o registro de um núcleo de chuva forte atuando na Baía de Guanabara próximo à Ilha do Governador — Foto: Reprodução/Alerta RioÀs 19h07,  o registro de um núcleo de chuva forte atuando na Baía de Guanabara próximo à Ilha do Governador — Foto: Reprodução/Alerta Rio

Às 19h07, o registro de um núcleo de chuva forte atuando na Baía de Guanabara próximo à Ilha do Governador — Foto: Reprodução/Alerta Rio

Previsão e Alerta da prefeitura

Segundo os meteorologistas, até sábado (16) são esperados de 135 mm a 150 mm de chuva na Costa Verde e na Região Metropolitana – o volume é o mesmo registrado em um único dia na semana passada.

Apesar da intensidade menor do que na semana passada, a continuidade da chuva mantém o estado em alerta para o risco de novos deslizamentos.

“Essa chuva vem com bom volume, com vento. Mas ela não vem com a mesma intensidade que a gente teve no evento da semana passada”, explica a diretora do Climatempo, Patricia Madeira.

“É uma chuva menos intensa, mas ela encontra um solo muito encharcado, as encostas muito encharcadas, então o risco é muito alto.”

A prefeitura alerta para chuva forte nesta quarta-feira e faz algumas recomendações para a população. Uma das medidas anunciadas foi a suspensão das aulas nas escolas da rede municipal. O governo do estado também decidiu cancelar as aulas nas escolas de todo o RJ nesta quarta.

A previsão é que os ventos atinjam 90 km/h na quarta. Na semana passada, as rajadas chegaram a 110 km/h, no temporal causou sete mortes e quase 200 quedas de árvores.

A Marinha emitiu aviso de alerta de ressaca para o estado a partir das 10h de quarta até 10h de quinta-feira, com previsão de ondas de até 2,5 metros.

A cidade segue em estágio de atenção após a chuva forte da semana passada que provocou a morte de sete pessoas.

Até a noite desta terça, a Avenida Niemeyer seguia interditada para a retirada de terra, pedras e árvores. O trânsito está liberado apenas para moradores e para hóspedes do hotel que fica na região.

A via está fechada desde a noite de quarta, quando um temporal atingiu a cidade, provocando um deslizamento de terra que atingiu dois ônibus. Em um deles, dois passageiros morreram soterrados.





Fonte: https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2019/02/12/chuva-atinge-o-rio.ghtml