Diego Souza Futebol Clube O Dia – Botafogo

0
28



Dona Maria Cristina costuma dizer que sempre foi Diego Futebol Clube. Alvinegra, a mãe do novo camisa 7 do Botafogo às vezes deixava de lado a sua paixão pelo clube de General Severiano para torcer pelo filho, que, segundo conta, já fazia a diferença quando jogava no futsal na Ilha do Governador. Mas, a partir de hoje, no clássico diante do Fluminense, chegou a hora de ela finalmente conciliar o amor de mãe com o time de seu coração, vendo Diego Souza vestir a camisa do Glorioso, após ter passado pelos outros três grandes clubes do Rio.

“Sinceramente, eu aprendi a ser Diego Futebol Clube. Eu deixei o Botafogo um pouquinho de lado. Eu focava no Diego, não mais no time. Agora eu tenho oportunidade de focar no meu time e no Diego”, conta Dona Maria Cristina, ao ser perguntada em como se dividia na hora em que Diego enfrentava o Alvinegro.

Ela lembra a emoção de quando o filho telefonou contando que finalmente vestiria a camisa do Botafogo. “Fiquei emocionada. Não esperava. Tinha outro time interessado. Ele ligou e falou: ‘Mãe, estou negociando com o seu time’. Eu fiquei maravilhada, foi uma surpresa muito boa. Nunca me meto em muita coisa de time, mas desta vez eu fui lá na apresentação dele e me envolvi porque agora é diferente, é verdadeiramente o meu time”, conta Maria Cristina, referindo-se à apresentação do centroavante, na sede lotada de General Severiano, no dia 9.

Em sua passagem pelo Botafogo, Diego Souza vestirá a camisa 7, que foi de Garrincha e Túlio. “Foi um mimo que Deus me deu. Viemos lá debaixo e Ele deu esse talento ao meu filho e agora estou sendo mimada de ele estar no meu time de paixão”, completa a mãe, contando que herdou o amor pelo Alvinegro de uma parte da família: “Essa paixão veio por conta do meu irmão mais velho e do meu tio e eu me apaixonei pelo Botafogo. Lembro mais do Túlio Maravilha. Teve um jogo em que eu estava no Maracanã e vim com a batata da perna roxa. Quanto mais eu pulava mais eu batia a perna naquela cadeira de ferro, sem sentir”.

Depois de ver o filho percorrer vários clubes no país, incluindo Vasco, Flamengo e Fluminense no Rio, ela conta que não esperava mais em ver Diego defendendo o Alvinegro e aposta numa temporada de sucesso para ele: “Ele é um jogador que veste a camisa onde ele está. Creio que ele vai brilhar, que vai se encaixar no time do Botafogo”.

Sobre a estreia de Diego Souza, Dona Maria Cristina diz que não faltará oração: “Tenho um compromisso na minha igreja, mas farei o possível para ir a essa estreia. Eu sempre fico ligada em oração. Creio que ele vai brilhar muito no Botafogo”.





Fonte: https://odia.ig.com.br/esporte/botafogo/2019/03/5626960-diego-souza-futebol-clube.html