Final de samba-enredo da União da Ilha tem resultado polêmico – 07/10/2018

0
81



 A União da Ilha do Governador escolheu, na madrugada deste domingo (7), o seu samba-enredo para o Carnaval 2019. Para exaltar o Ceará na visão dos escritores Rachel de Queiroz e José de Alencar, a tricolor escolheu o samba da parceria formada por Myngal, Marcelão da Ilha, Roger Linhares, Marinho, Cap. Barreto, Eli Doutor, Fernando Nicola e Marco Moreno.

A escolha não agradou a grande parte do público. Logo após o anúncio do resultado na voz do intérprete Ito Melodia, a quadra se esvaziou e grande parte dos que continuavam presentes apenas assistiam a comemoração dos vencedores. Em uma final em que o nível dos sambas já era inferior ao de outras co-irmãs, ficou a sensação de que a opção da União da Ilha não foi de agrado de seus componentes.

O samba vencedor foi o primeiro a se apresentar e não demonstrou ter adesão dos componentes da escola. No momento da apresentação em que o canto foi direcionado para a quadra, praticamente não havia resposta. Os outros dois concorrentes, das parcerias de André de Souza e de Marquinhos do Banjo tiveram desempenhos mais consistentes e de agrado dos torcedores da agremiação.

Quarta escola a desfilar na segunda-feira de Carnaval, a União da Ilha do Governador ficou em décimo lugar em 2018. E, pelo visto, terá uma grande missão para obter uma boa classificação no próximo Carnaval: fazer o samba escolhido cair no gosto de seus torcedores e componentes.

Confira o samba da União da Ilha:

(Compositores: Myngal, Marcelão da Ilha, Roger Linhares, Marinho, Cap. Barreto, Eli Doutor, Fernando Nicola e Marco Moreno)

O SOL
ONDE AQUECE A INSPIRAÇÃO É LUZ
MEU SONHO
É VIDA, VENTO, BRISA A BEIRA MAR
OUVINDO POESIAS DE RAQUEL
SUSPIRO NAS HISTÓRIAS DE ALENCAR
E HOJE DESFOLHANDO MEU CORDEL
DAS LENDAS QUE OUVI NO CEARÁ
É DOCE, É FOGO, SABOR E PRAZER
AROMA NO AR, PLANTAR E COLHER
EU MOLDEI NO BARRO
AS RECORDAÇÕES QUE VIVI COM VOCÊ
VIOLEIRO TOCA MODA À LUZ DO LUAR
SANFONEIRO PUXA O FOLE E
CONVIDA A DANÇAR
VOU PEDIR A PADIM CIÇO
ABENÇOE NOSSO POVO
ESSA FÉ A NOS GUIAR
CHÃO RACHADO, MEU SERTÃO
PEÇO A DEUS PRA ALUMIAR
TERRA SECA QUE NÃO SECA A ESPERANÇA
ARRETADA VOCAÇÃO DE TE AMAR
O SAL DA TERRA SEGUE O MEU DESTINO
SANGUE NORDESTINO SEMPRE A ME ORGULHAR
A NATUREZA CANTADA EM MEUS VERSOS
TRADUZ A BELEZA DESSE MEU LUGAR
LINDA MORENA, VESTIU-SE DE AMOR
TECEU A VIDA COM FIOS DOURADOS
EU DE CHAPÉU DE COURO E GIBÃO
ENFEITEI O MEU CORAÇÃO
E A MODA, DESFILO AO SEU LADO
VIXI MARIA! A ILHA A CANTAR
TRAÇANDO EM MEUS VERSOS A MINHA ALEGRIA
MENINA RENDEIRA ME ENSINA A BORDAR
NO CÉU EMOÇÃO, NO CHÃO SIMPATIA





Fonte: https://carnaval.uol.com.br/2018/colunas/anderson-baltar/2018/10/07/final-de-samba-enredo-da-uniao-da-ilha-tem-resultado-polemico.htm