Novos restaurantes incrementam opções gastronômicas na Ilha

0
94



RIO — Tem novidade na Ilha do Governador para os fãs de gastronomia. Desde o início do ano, o bairro ganhou novos restaurantes, cujas especialidades vão do café a comida árabe e carnes. Entre as opções estão nomes já conhecidos pelos moradores, como a franquia Espetto Carioca, que deixou a Praia da Bica no ano passado por questões contratuais e há dois meses retornou ao Ilha Plaza; além de espaços originais como Abrahão, Capitão Steak e Casa Nossa.

Quem vai ao Abrahão, no Jardim Guanabara, ainda consegue sentir o cheiro de novo do espaço, inaugurado há pouco mais de um mês. Os fãs de comida árabe talvez conheçam o tempero de Luiz Abrahão — proprietário do espaço ao lado dos filhos Rodrigo e Luiz Abrahão Neto e do sócio Emanoel Paulino— de outras ocasiões. O engenheiro de telecomunicações aposentado começou a vender quentinhas congeladas por delivery. As receitas eram todas da família, de origem árabe, e fizeram sucesso. Após construir uma cozinha industrial em casa para dar conta da demanda, resolveu que estava na hora de abrir um restaurante. Nascia, assim, o Abrahão.

— Eu fazia a comida em casa porque aprendi muita coisa com minha mãe. Árabe tem dessas coisas, os pais querem que os filhos aprendam tudo o que for possível, inclusive na cozinha. Depois que me aposentei resolvi entrar nesse mercado, mas comecei pequeno — relata Abrahão.

A inciativa, ele garante, está dando certo. Segundo o empresário, todas as noites é possível ver a casa cheia. Um dos pratos mais pedidos é a cafta. Mas se surpreende quem encontra ceviche, iguaria de origem peruana, no cardápio. É que Abrahão aprendeu uma receita em Lima, capital do país andino, e se apaixonou. Outro prato que chama a atenção dos clientes é a lentilhada.

— É uma feijoada de lentilha muito boa. As pessoas estão aceitando bem. Também organizamos uma noite temática árabe, com apresentação de danças, sempre na última quarta-feira de cada mês— comenta o proprietário do restaurante. — Nós garantimos a tradição da família na cozinha, e todas as receitas apresentadas no cardápio são nossas.

Espetto Carioca. Tábuas e espetos para dividir são os mais pedidos no restaurante Foto: Alex Ferro / Agência O Globo

Pouco antes de o Abrahão abrir as portas, o Espetto Carioca retornava ao Ilha Plaza Shopping. O restaurante com estilo de boteco atrai o público que está em busca de um local para happy hour com os amigos ou quem quer levar a família para uma refeição completa. Os proprietários, os irmãos Pedro Henrique Bossato e Paulo Vinícius Gomes, já tinham a franquia no Shopping Tijuca, mas deixaram o endereço para montar o espaço na Ilha do Governador.

De acordo com eles, a transição foi feita por vontade tanto dos dois quanto da administração do shopping, que desejava ter uma opção em seus corredores como a oferecida pela franquia.

— O shopping precisava de um restaurante como o nosso, um bar, e os moradores da região gostam de ter um local seguro, com estacionamento, para aproveitar o tempo livre — aponta Bossato, que destaca outra característica de quem vive na região. — A localização faz muito diferença. Os moradores da Ilha preferem ficar no bairro e evitam sair. Então, é bom ter um ponto como o nosso. Na medida em que ficavam sabendo que chegaríamos ao Ilha Plaza, as pessoas começaram a nos mandar mensagens dizendo o quanto esperavam por isso. Tivemos uma ótima recepção.

Outro ponto que chama a atenção dos irmãos é a diferença de pedidos entre tijucanos e insulanos.

— Na Tijuca, o campeão de vendas era o chope. As pessoas iam ao Espetto Carioca para beber e acabavam consumindo um espeto ou outro. Na Ilha, os clientes querem comer e o chope pode acompanhar, ou não— afirma Bossato.

Por conta desta característica a casa acaba servindo muito mais tábuas como a de filé com cebola e pão e de espetinhos variados. A grande quantidade é o fator que mais influencia os clientes na hora do pedido, segundo Gomes, já que a ideia principal dos frequentadores é comer bem e em grupo, seja entre família ou amigos.

Casa Nossa. A decoração é um dos charmes do espaço Foto: Alex Ferro / Agência O Globo
Casa Nossa. A decoração é um dos charmes do espaço Foto: Alex Ferro / Agência O Globo

— Os clientes ficam satisfeitos e os garçons ainda mais, já que tábuas são de preparo rápido e a gorjeta é grande — diz ele.

Opções para quem acorda cedo… ou dorme tarde

Desde janeiro os moradores da Ilha contam com mais um restaurante especializado em carnes. O Capitão Steak, na Praia da Bica, oferece aos clientes o direito de escolher as peças que vão consumir. Logo na entrada da casa há um expositor onde as carnes estão disponíveis, já pesadas e com os preços. A partir daí, basta escolher, chamar o garçom e dizer o ponto de preferência. Tudo foi pensado para que não fossem impostos preços e para permitir que aqueles que estejam com a conta bancária pouco recheada possam aproveitar algumas das sugestões.

— A ideia é que o cliente não fique preso a nenhum preço fixo ou a um único prato. Ele pode montar sua tábua com o que tem vontade e pelo preço que pode pagar, escolhendo a quantidade do que será servido. Também servimos hambúrgueres e o cliente é quem escolhe os ingredientes do que vai consumir — explica Fernanda Guedes, gerente do local administrado em família.

Ela é filha do proprietário, Fernando Miranda Guedes; e um dos seus irmãos, Luiz Fernando, é quem comanda a cozinha ao lado do primo Leonardo Miranda.

Especialidade. Carnes são o carro-chefe do Capitão Steak
Foto: Divulgação/Arthur Valverde
Especialidade. Carnes são o carro-chefe do Capitão Steak
Foto: Divulgação/Arthur Valverde

O destaque do cardápio é o corte que dá nome à casa, um bife que tem aproximadamente 2,5kg e reúne coxão de dentro e de fora, lagarto e alcatra. A bebida mais pedida é o chamado “naufrágio” uma mistura de cerveja com Steinhaeger, bebida destilada alemã, mas o cardápio deve ganhar novas opções.

— Estamos trazendo novos sabores de caipirinhas, com frutas exóticas, e batidas. Petiscos também começarão a ser servidos em breve— promete Fernanda.

Com uma proposta diferente dos outros nomes que chegaram à Ilha, o café Casa Nossa, no Jardim Guanabara, aposta em um horário de funcionamento e cardápio que contemplam interessados em café da manhã e em encontro após a meia-noite.

Depois do cardápio variado, o que mais chama a atenção no local é a decoração vintage, com paredes coloridas e quadros por toda as partes. A mobília apresenta peças de décadas passadas. Objetos como relógios antigos e lustres coloridos completam o clima aconchegante do local.

De acordo com o gerente Daniel dos Santos, as mulheres são maioria entre os clientes na maior parte do tempo, mas de manhã é mais comum encontrar famílias degustando um café completo. A cada turno há um pedido preferido pelos clientes. Logo no começo do dia, o café Casa Nossa, servido gelado com chantilly e sorvete, é um dos que mais saem. Na hora do almoço e no período da tarde, o prato executivo de peixe ao molho de camarão ganha das outras refeições em número de pedidos. Petiscos, como o pastel de bobó de camarão, são os vencedores do turno da noite, de acordo com o gerente.

Quem concorda com os motivos para elogiar o lugar é a advogada Rejane Costa. Frequentadora da Casa Nossa, ela explica o que a levou a se tornar uma cliente fiel.

— É um ótimo local para vir sozinha apreciar um café, mas também tem um ambiente agradável e comidas que casam bem durante encontro entre amigos — diz.

ENDEREÇOS:

Abrahão.
Rua Cambaúba s/nº, Jardim Guanabara. Tel.: 3647-4428.

Capitão Steak.
Avenida Francisco Alves 10B, Jardim Guanabara. Tel.: 3647-2196.

Casa Nossa.
Rua Espumas 11, Jardim Guanabara. Tel.: 3689-4972.

Espetto Carioca.
Av. Maestro Paulo e Silva, 400, Jardim Carioca. Tel.: 3518-0366.

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER
    (
OGlobo_Bairros
)





Fonte: https://oglobo.globo.com/rio/bairros/novos-restaurantes-incrementam-opcoes-gastronomicas-na-ilha-23256346