Sete escolas desfilam no segundo dia de desfiles do Grupo Especial do carnaval 2019 do Rio | Carnaval 2019 no Rio de Janeiro

0
83



Os enredos estão críticas à mercantilização do carnaval (São Clemente); homenagem à cidade de Petrópolis (Vila Isabel); celebração da cantora Clara Nunes (Portela); as belezas do Ceará (União da Ilha do Governador); críticas políticas (Paraíso do Tuiuti); lembrança dos heróis esquecidos da história (Mangueira) e a importância do tempo (Mocidade Independente de Padre Miguel). Veja a ordem dos desfiles:

A São Clemente vai levar para a Sapucaí os antigos carnavais

A São Clemente abre o segundo dia de desfiles com o enredo “E o samba sambou”, que é uma reedição da apresentação da escola em 1990, quando ela conquistou o 6º lugar no Grupo Especial. A realização fica por conta do carnavalesco Jorge Luiz Silveira.

Raphaela Gomes, rainha de bateria da São Clemente, em ensaio exclusivo do G1 — Foto: Marcos Serra Lima/G1Raphaela Gomes, rainha de bateria da São Clemente, em ensaio exclusivo do G1 — Foto: Marcos Serra Lima/G1

Raphaela Gomes, rainha de bateria da São Clemente, em ensaio exclusivo do G1 — Foto: Marcos Serra Lima/G1

  • FIQUE DE OLHO: A escola, que tem tradição em enredos críticos, virá com referências pop e de carnavais antigos da própria São Clemente.

22h20 – Unidos de Vila Isabel

Integrantes da Vila Isabel visitam Petrópolis, cidade que é enredo da escola em 2019

Integrantes da Vila Isabel visitam Petrópolis, cidade que é enredo da escola em 2019

A Unidos de Vila Isabel será a segunda escola a desfilar na segunda-feira de carnaval e levará para a avenida o enredo “Em nome do Pai, do Filho e dos Santos, a Vila canta a cidade de Pedro”, sobre a cidade de Petrópolis, na Região Serrana do Rio de Janeiro. O autor do enredo é o carnavalesco Edson Pereira.

Dandara Oliveira, musa da Vila Isabel, em ensaio exclusivo do G1 — Foto: Marcos Serra Lima/G1Dandara Oliveira, musa da Vila Isabel, em ensaio exclusivo do G1 — Foto: Marcos Serra Lima/G1

Dandara Oliveira, musa da Vila Isabel, em ensaio exclusivo do G1 — Foto: Marcos Serra Lima/G1

  • FIQUE DE OLHO: A escola não vai deixar de lado o viés histórico da Cidade Imperial, como ficou conhecida o lugar que encantou o imperador D. Pedro II pelo clima ameno e natureza exuberante.

Portela vai homenagear Clara Nunes na avenida em 2019

Portela vai homenagear Clara Nunes na avenida em 2019

A Portela, dona de 22 títulos do carnaval carioca, levará para a Sapucaí um enredo sobre uma dos nomes mais famosos da escola: a cantora Clara Nunes. “Na Madureira moderníssima, hei sempre de ouvir cantar uma Sabiá” é de autoria da carnavalesca Rosa Magalhães.

Bianca Monteiro, rainha de bateria da Portela, em ensaio exclusivo do G1 — Foto: Marcos Serra Lima/G1Bianca Monteiro, rainha de bateria da Portela, em ensaio exclusivo do G1 — Foto: Marcos Serra Lima/G1

Bianca Monteiro, rainha de bateria da Portela, em ensaio exclusivo do G1 — Foto: Marcos Serra Lima/G1

  • FIQUE DE OLHO: Rosa Magalhães usará o trabalho de outra grande artista como referência para a sua Madureira moderníssima: o quadro “Carnaval em Madureira”, pintado em 1924, de Tarsila do Amaral.

00h30 – União da Ilha do Governador

Ceará vai ser o grande homenageado da União da Ilha do Governador em 2019

Ceará vai ser o grande homenageado da União da Ilha do Governador em 2019

A escola fará uma homenagem ao Ceará mostrando uma disputa poética entre dois grandes autores nascidos no estado: “A Peleja Poética entre Rachel e Alencar no Avarandado do Céu” trará as obras de Rachel de Queiroz e José de Alencar. O carnavalesco é Severo Luzardo Filho.

Gracyanne Barbosa, rainha de bateria da União da Ilha, em ensaio exclusivo do G1 — Foto: Marcos Serra Lima/G1Gracyanne Barbosa, rainha de bateria da União da Ilha, em ensaio exclusivo do G1 — Foto: Marcos Serra Lima/G1

Gracyanne Barbosa, rainha de bateria da União da Ilha, em ensaio exclusivo do G1 — Foto: Marcos Serra Lima/G1

  • FIQUE DE OLHO: Obras importantes dos autores, como Iracema e Memorial de Maria Moura serão lembradas, assim como elementos da cultura do Ceará, como a culinária e as artes plásticas.

01h35 – Paraíso do Tuiuti

Paraíso do Tuiuti terá enredo sobre bode como símbolo da resistência

Paraíso do Tuiuti terá enredo sobre bode como símbolo da resistência

Vice-campeã do carnaval do ano passado, a Paraíso do Tuiuti também virá com um tema cearense e apresentará na avenida o enredo “O Salvador da Pátria”, de Jack Vasconcelos. Será contada a história do bode Ioiô, que foi eleito vereador em Fortaleza.

Denise Dias, madrinha de bateria da Paraíso do Tuiuti, em ensaio exclusivo do G1 — Foto: Marcos Serra Lima/G1Denise Dias, madrinha de bateria da Paraíso do Tuiuti, em ensaio exclusivo do G1 — Foto: Marcos Serra Lima/G1

Denise Dias, madrinha de bateria da Paraíso do Tuiuti, em ensaio exclusivo do G1 — Foto: Marcos Serra Lima/G1

  • FIQUE DE OLHO: É o segundo enredo seguido da escola com críticas políticas e promete ter referências da situação política atual.

02h40 – Estação Primeira de Mangueira

Coluna

Coluna “Enredo e Samba” mostra o que a Mangueira vai levar para avenida

A Verde e Rosa será a sexta a desfilar e contará o enredo “História pra ninar gente grande”, que promete fazer uma narrativa de “páginas ausentes” da história do Brasil, repensando narrativas oficiais que foram ensinadas ao longo de gerações para os brasileiros. O enredo é do carnavalesco Leandro Vieira

Evelyn Bastos, rainha de bateria da Mangueira, em ensaio exclusivo do G1 — Foto: Marcos Serra Lima/G1Evelyn Bastos, rainha de bateria da Mangueira, em ensaio exclusivo do G1 — Foto: Marcos Serra Lima/G1

Evelyn Bastos, rainha de bateria da Mangueira, em ensaio exclusivo do G1 — Foto: Marcos Serra Lima/G1

  • FIQUE DE OLHO: Um dos nomes homenageados pela escola será o da vereadora Marielle Franco, que foi assassinada no dia 14 de março do ano passado.

03:45 – Mocidade Independente de Padre Miguel

Integrantes da Mocidade destacam a importância do tempo, enredo da escola em 2019

Integrantes da Mocidade destacam a importância do tempo, enredo da escola em 2019

A Mocidade Independente de Padre Miguel falará sobre o tempo com um enredo do carnavalesco Alexandre Louzada. Em “Eu sou o Tempo, Tempo é Vida”, as diversas formas como ele foi tratado ao longo da história serão mostradas.

Camila Silva, rainha de bateria da Mocidade, em ensaio exclusivo do G1 — Foto: Marcos Serra Lima/G1Camila Silva, rainha de bateria da Mocidade, em ensaio exclusivo do G1 — Foto: Marcos Serra Lima/G1

Camila Silva, rainha de bateria da Mocidade, em ensaio exclusivo do G1 — Foto: Marcos Serra Lima/G1

  • FIQUE DE OLHO: Em um enredo sobre o tempo, não vai faltar relógio na Sapucaí. Cuco, de pulso, de parede. Eles estarão todos representados no desfile.





Fonte: https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/carnaval/2019/noticia/2019/03/04/sete-escolas-desfilam-no-segundo-dia-de-desfiles-do-grupo-especial-do-carnaval-2019-do-rio.ghtml