Aprenda a lutar pelos seus objetivos de Vida – CEBRAC Curitiba

0
229
Sou Rosana Leite, tenho 46 anos e sou aluna do CEBRAC.

Boa tarde amigos, professores e colegas. Queria hoje compartilhar com vocês um pouco da minha história. Como e porque o CEBRAC entrou em minha vida.
E o mais importante: Como mudou a minha vida!
A vida não é fácil, nem pra mim e nem pra ninguém. E as dificuldades que encontrei no meu dia a dia me fizeram esquecer um pouco de mim…
Sempre pensei nas pessoas, na casa. Pensava em tudo, sem perceber que eu estava ficando em segundo lugar e que o tempo havia passado.
Vi-me então uma mulher doente, entrando em depressão, devido aos problemas e a monotonia. Meu mundo era minha casa.
Foi então que percebi: Não queria passar o resto da vida me lamentando, precisava mudar…
Meu filho havia desistido de fazer o curso aqui no CEBRAC e, como toda a papelada já estava encaminhada, resolvi entrar no lugar dele.
Acreditem, foi um desafio, pois havia parado de estudar na 5ª Série. E encarar novamente uma sala de aula não foi fácil.

O primeiro dia foi assustador!
Primeira aula: Português.
Professora: Glau.

Todo mundo novinho… E eu lá. Meu coração quase saía pela boca! A mais velha e a mais assustada. Medo, vergonha… Não sei bem!
Naquele dia, passar por aquela porta e sentar-me naquela cadeira mudou minha vida.

Logo conheci outros professores e meus colegas. E fiz amigos…

Resolvi fazer teatro com o Professor Rogger – mais um desafio. Afinal foi o Professor que me arrastou para as aulas de teatro.
Foi então que percebi que a vida poderia ser DIVERTIDA e que tinha muita coisa pra aprender.
Mas para descobrir tudo que a vida podia me oferecer precisava mudar minha postura.
E mudar não é fácil… Mas é bom! É maravilhoso!

Mudar…
Eu mudei! Na verdade, estou mudando. E como uma criança, estou descobrindo o mundo!

Comecei o tratamento para depressão. Perdi 15 quilos e voltei para o Colégio para terminar meus estudos.

E se a vida está fácil agora?

Não!
A vida ainda é tão difícil quanto antes.
Mas agora a vida é divertida.

E será mais! Ainda estou em fase de mudança e quero estar assim, em fase de mudança, para sempre!

Aqui no CEBRAC aprendi que cada dia trás algo para se aprender. Cada lugar, cada pessoa, cada palavra – não podemos parar de mudar.

Há muita coisa para aprendermos e para ensinarmos!

Nada é fácil e a vida nem sempre é justa com nossas lutas, mas temos que lutar por nós.

A VIDA É CURTA E O TEMPO PASSA RÁPIDO!
E O PIOR RISCO DA VIDA É NÃO VIVER!

Obrigada a todos que estão me ajudando a mudar: Aos professores, aos que gostam de mim. Obrigada também aos que não gostam.
É por vocês, por todos vocês que me levanto todos os dias e tento fazer da minha vida uma vida melhor!
Obrigada por me ouvirem.
E não esqueçam:

“(…) A felicidade não está no fim da jornada, e sim em cada curva do caminho que percorremos para encontrá-la. (…)”

Érico Veríssimo